I Encontro dos Legislativos para o Enfrentamento das DST/HIV/AIDS – elogiado por todos os membros das mesas a presença da delegação de Petropolis

I Encontro dos Legislativos para o Enfrentamento das DST/HIV/AIDS – BSB 

Elogiado por todos os membros das mesas a presença da delegação de Petrópolis composta pelo Presidente da Frente Parlamentar de AIDS / TB e HEPATITES – vereador Silmar Fortes, membro da Frente vereador Pastor Sebastião, Antonio Carlos de Souza Pires – ( Cal )  psicologo responsável técnico e presidente do Grupo assistencial SOS VIDA, membro da REDLACVO+ ( REDE LATINO AMERICANA e CARIBENHA de AÇÕES VOLUNTARIAS NO COMBATE AO HIV/AIDS ) e sócio fundador da Pastoral da AIDS – CNBB, Maria Auxiliadora Pires Ribeiro ( Dora ) – coordenadora da Pastoral da AIDS – CNBB / Diocese de Petrópolis e diretora de Desenvolvimento Social do SOS VIDA ( leu atentamente o folder do Grupo assistencial SOS VIDA ) .

B CAL DORA VEREADORES (2)

Aconteceu neste ultimo dia 05 de dezembro de 2013 em Brasilia – no Auditório Nereu Ramos, Anexo IV Câmara dos Deputados – Congresso Nacional – Brasília – DF o

I Encontro dos Legislativos para o Enfrentamento das DST/HIV/AIDS, tendo como  Finalidade: 

Agremiar lideranças parlamentares para o enfrentamento das DSTS/HIV/AIDS nos municípios, estados e federação, visando o incentivo de uma atuação na perspectiva do controle permanente das políticas e da formulação de proposições legislativas, visando à desconstrução dos estigmas, vencimento das barreiras e a disseminação da luta contra a AIDS.

Tem como objetivo a redução da incidência do HIV/AIDS, da vulnerabilidade da população brasileira a esses agravos, do estigma e discriminação, bem como, a inclusão social e a melhoria da qualidade de vida das pessoas vivendo com HIV/AIDS, pautados pela ética, pelo respeito à cidadania e aos direitos humanos e pelo compromisso em consonância com os princípios do SUS, contribuindo para a resposta brasileira à epidemia.

Participantes:

Parlamentares nas esferas municipais, estaduais e nacional.

Instituições Parceiras Pretendidas:

Departamento Nacional de DST, AIDS e Hepatite Virais,

Ministério da Saúde,

Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério de Saúde,

Organizações da Sociedade Civil.

Objetivos:

·         Disseminar informações, exposição de conteúdos, incentivar a produção de proposições, organizar estratégias de controle e pactuar atuação nacional e local.

·         Acompanhar políticas e ações que se relacionem às pessoas vivendo com HIV/AIDS.

·         Integrar ações entre as diversas esferas do poder legislativo e os demais poderes  visando fortalecer a resposta nacional à epidemia e a inclusão social das pessoas que vivem com HIV/AIDS frente a esses agravos.

·         Incluir na agenda legislativa dos municípios, estado e nacional os temas prioritários ao movimento de HIV/AIDS: a propriedade intelectual sobre medicamentos para AIDS, os programas de prevenção à AIDS em espaços educativos e estabelecimentos prisionais, o apoio aos programas de redução de danos, a desconstrução de todas formas de discriminação.

·         Participar de ações que amplifiquem o controle social sobre política de saúde pública, bem como, saúde complementar.

·         Integrar a agenda do poder legislativo em todas as esferas – municipais, estadual e federal  articulando/fortalecendo a criação/manutenção das frentes parlamentares municipais, estaduais e Distrital em DST/HIV/AIDS. Estimular os estados, municípios e Distrito Federal a realização de audiências públicas, eventos e produção legislativa específica para controle da aplicação da lei em questões de direitos humanos e AIDS visando à diminuição da transmissibilidade em nível nacional;

·         Fortalecer o Sistema Único de Saúde.

·         Analisar as boas praticas legislativas de forma exemplar.

·         Cobrar respostas rápidas de assistência, prevenção, direitos humanos, especialmente das pessoas vivendo com HIV/AIDS e populações em situação de maior vulnerabilidade.

Descrição das atividades previstas:

·         Palestras com pesquisadores especialistas de DSTS, HIV, AIDS;

·         Disseminar informações sobre as politicas existentes e os seus incentivos;

·         Compartilhamento de atuações e proposições;

·         Pactuação de atuação e da luta contra a AIDS/HIV/AIDS, Hepatites e outras virais.

Cronograma de atividades:

8:00 – Credenciamento

8:30h – Mesa de Abertura

B MESA ABERTURA ERICA KOKAY (3)

9h  –  Mesa I – Eixo I: Financiamento das Ações de Vigilância em Saúde

SVS – Dr. Jarbas Barbosa  – Secretario Nacional de Vigilância em Saúde – SVS / MS

Diretriz I: O Perfil Atual da Resposta à Epidemia de AIDS e a Necessidade de Mudança para o Enfrentamento das DSTS/HIV/AIDS;

Departamento nacional de dst/aids E hepatites –

Diretriz II: Monitoramento dos Indicadores;

Departamento nacional de dst/aids E hepatites   e Prorrogação das Ações de Saúde – CNS

Diretriz III: Sustentabilidade das Ações Desenvolvidas por Organizações de Base Comunitária e Lei de Diretrizes Orçamentárias:

Conselho Nacional de Saúde

B ERICA FOLDER SOS CARLOS DUARTE

10:30 – Mesa II – Eixo II: As Prerrogativas do Legislativo no Enfrentamento das DSTS/HIV/AIDS:

Diretriz I: Estigmas –

Diretriz II: Patentes – Grupo de Trabalho e Propriedade Intelectual – Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS e Deputado Paulo Teixeira

B ERICA JEAN WULLLIS

12H – Eixo Final: Boas Praticas Legislativas no Enfrentamento das DSTS/HIV/AIDS.

Deputada Erika Kokay

Conclusões: Agenda Política e Pacto Legislativo para o Enfrentamento das DSTS/HIV/AIDS

Deputada Erika Kokay

15h – Ato em Homenagem ao Dia Mundial de Combate à AIDS

 

Michel Platini – Secretário – Frente Parlamentar Mista de Enfrentamento às DSTs/HIV/AIDS

(061) 8141-3113    (061) 3215-5203 contato@frentecontraaids.com.br

 

Mesa de abertura :

Deputado Paulo Teixeira elogiou as novas diretrizes do Departamento Nacional de DST/AIDS e HEPATITES, a importância deste momento em busca de fortalecimento de politicas publicas voltadas para a este seguimento da população ( portadores do vírus HIV/AIDS ), que o sucesso do Programa Brasileiro de enfrentamento e assistência ao vírus HIV/AIDS só foi bem sucedido graças a parceria entre os governos e sociedade civil organizada e esta parceria não pode ser perdida, precisa ser fortalecida cada vez mais, manter e melhorar o dialogo, registrou e elogiou a presença dos vereadores membros da Frente Parlamentar de AIDS / TB e HEPATITES de Petrópolis, os representantes da sociedade civil, frisou a importância da participação do vereador Pastor Sebastião nesta Frente Parlamentar  e membros da Pastoral da AIDS – CNBB e do Grupo Assistencial SOS VIDA .

Deputada Erica Kokay sugeri que seja construída uma rede de informações e trabalho entre os 3 poderes – UNIÃO, ESTADO e MUNICÍPIOS com a sociedade civil na defesa das conquista obtidas e buscar melhorar cada vez mais este seguimento.

Parabenizou a DELEGAÇÃO DE PETRÓPOLIS, composta pelo Presidente da Frente Parlamentar de AIDS / TB e HEPATITES – vereador Silmar Fortes, membro da Frente vereador Pastor Sebastião, Antonio Carlos de Souza Pires – ( Cal )  psicologo responsável técnico e presidente do Grupo assistencial SOS VIDA, membro da REDLACVO+ ( REDE LATINO AMERICANA e CARIBENHA de AÇÕES VOLUNTARIAS NO COMBATE AO HIV/AIDS ) e sócio fundador da Pastoral da AIDS – CNBB, Maria Auxiliadora Pires Ribeiro ( Dora ) – coordenadora da Pastoral da AIDS – CNBB / Diocese de Petrópolis e diretora de Desenvolvimento Social do SOS VIDA ( leu atentamente o fôlder do Grupo assistencial SOS VIDA ) .

B CAL DORA VEREADORES (2)

Dr. Jarbas Barbosa  – Secretario Nacional de Vigilância em Saúde – SVS / MS também elogiou a presença da delegação de Petrópolis

Intervenções de Dora Pires e vereador Silmar Fortes – presidente da Frente Parlamentar de AIDS / TB e HEPATITES de Petrópolis,

B FALA DORA

OBSERVAÇÕES DE ANTONIO CARLOS DE SOUZA PIRES ( CAL )

Diante de todas as falas principalmente da sociedade civil presente Antonio Carlos ( Cal ) lembra da sua fala na cerimonia de posse dos novos membros da Frente Parlamentar de AIDS / TB e HEPATITES :

Não podemos permitir a BANALIZAÇÃO DA AIDS, uma doença que ao longo do tempo tem apresentado outros desafios…

Não esta tudo “DOMINADO” não…ainda existem pessoas que sofrem ao receber um resultado HIV+…Sofrem por ter que conviver com um vírus ainda desconhecido para todos nós…

Um vírus que trás consigo culpas…preconceitos…discriminação…a dor maior de ESTAR VIVENDO e seus desafios…

Somos chamados a DEFENDER…FORTALECER  AS CONQUISTAS deste movimento mundial em defesa de muitos….DAR VOZ E VEZ A QUEM NÃO TEM….

Esperamos desta nova gestão um comprometimento na condução das politicas publicas em nosso município voltadas para esta população…junto com o movimento social, as instituições existentes em nossa cidade, CONSELHO DE SAÚDE,  COMISSÃO PERMANENTE DE AIDS, EXECUTIVO…para que possamos cada vez mais oferecer dignidade e respeito para nosso povo…

O momento é de muita reflexão para as decisões no que se refere as formas de conduzir o tratamento dos portadores do virus HIV, ou corremos o risco de perder todas as conquistas ao longo destes mais de 30 anos de desafios…vencendo preconceitos e exclusões…e ser mais uma patologia que não consegue atendimento satisfatório e novamente enfrentarmos os desafios do inicio da pandemia…

Transferir para a atenção básica o acompanhamento aos portadores do vírus HIV requer muito cuidado antes desta decisão para encontrar a melhor resposta, somos um pais continental com muitas realidades e desafios…o que da certo em uma cidade não quer dizer que possa dar certo em outra…

O Diretor do Departamento nacional de AIDS e Hepatites em uma entrevista disse :

“Ainda seguimos no país a mesma política de combate a aids que foi necessária no final dos anos 90, mas hoje ela não se justifica mais. Temos inovações para que possamos avançar e combater a epidemia”, explica.

Repetimos é preciso ter cuidado em mexer com o que vem dando certo…pelo contrario entendemos que precisamos sim fortalecer e solidificar as conquistas ao longo destes anos todos de luta contra um mal ainda tão presente em nossa sociedade….

Outro ponto destacado por Mesquita foi o combate às DST e às hepatites virais.

“Infelizmente, um paciente de hepatite não tem a mesma facilidade para conseguir o tratamento que os pacientes de aids”, abordou.

“Em situações de grandes diferenças, é necessária uma política de equidade, dar mais a quem precisa de mais atenção”, explicou.

Lembramos : dar mais atenção a uma determinada patologia não pode ser conseguida “sacrificando” outra…como é o caso da AIDS….em nosso pais esta entre os melhores programas de assistência e prevenção ao vírus HIV do mundo….achamos justo um tratamento de excelência para todas as pessoas…devemos nivelar os atendimentos pelo que esta “dando certo”…não retirar conquistas conseguidas com muita luta e perseverança…

Leia mais: http://sosvidapetropolis.webnode.com.br/news/fala-de-antonio-pires-cal-na-posse-dos-novos-membros-da-frente-parlamentar/

B CAL DORA ERICA VEREADORES

 

 




DEPUTADA ERICA KOKAY e DELEGAÇÃO DE PETRÓPOLIS

B CAL DORA VEREADORES EQUIPE DN (2)

EQUIPE DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE DST/AIDS e HEPATITES – MS

B CAL DORA VEREADORES PAULO TEIXEIRA

DEPUTADO PAULO TEIXEIRA E DELEGAÇÃO DE PETRÓPOLIS

FRENTE PARLAMENTAR AIDS LOGO

frente parlamentar de aids - nacional

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Um comentário em “I Encontro dos Legislativos para o Enfrentamento das DST/HIV/AIDS – elogiado por todos os membros das mesas a presença da delegação de Petropolis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s