ENCAMINHAMENTOS DO SETOR DE PSICOLOGIA – DIA 19 DE JULHO DE 2013

ENCAMINHAMENTOS DO SETOR DE PSICOLOGIA – DIA 19 DE JULHO DE 2013

Dia 19 de julho de 2013 reunimos com uma parte dos estagiários(as) do nosso setor de psicologia e conversamos sobre alguns encaminhamentos…

TODOS ENVOLVIDOS COM O MESMO ESPIRITO DE DOAÇÃO…UM ÚNICO PROPOSITO…

OFERECER O MELHOR DE NÓS…

AGRADECEMOS A TODOS(AS) QUE CONOSCO ESTA E ESTEVE NESTES 15 ANOS DE EXISTÊNCIA DO GRUPO ASSISTENCIAL SOS VIDA…OBRIGADO SEMPRE…

Dentre as decisões registramos  as seguintes :

ORGANIZAR :

  • ARQUIVO DE REGISTROS DOS DOCUMENTOS;
  • ATENDIMENTOS AMBULATORIAIS, HOSPITALAR E DOMICILIAR :

assinaturas no livro de atendimentos ambulatoriais, hospitalar e domiciliar – registrar para termos estatística do total dos atendidos  em nossa sede e nos hospitais e residências;

  • LISTA DE ESPERA :  quem tiver disponibilidade de horário para atender fazer contato com os inscritos;
  • RESERVAR E CONFIRMAR HORÁRIOS NOS CONSULTÓRIOS – GRUPO NO FACEBOOKhttps://www.facebook.com/groups/167821696730710/  e  NO COMPUTADOR DO SETOR DE PSICOLOGIA – RENOVAR / RESERVAR;
  • MUDANÇAS NOS CONSULTÓRIOS :

NUMERO 1 – crianças e adultos, organizar os moveis;

NUMERO 2 – REIKI e atendimentos clínicos;

NUMERO 3 – cadastro / acolhida, sala de espera dos estagiários(as), biblioteca, atendimentos clínicos.

  • FACHADA E INTERIOR DA SEDE – BUSCAR DOAÇÕES DE TINTAS E MÃO DE OBRA EM MUTIRÃO ENTRE OS ASSISTIDOS(AS) E VOLUNTÁRIOS(AS) :

LIMPEZA GERAL;

PLACA INDICATIVA;

ORGANIZAR OS MOVEIS E SALAS NO INTERIOR.

  • SEMANA DE PSICOLOGIA 2013  NA UCP :

Procurar participar com uma mesa com exposição de experiência durante o estagio no SOS VIDA

19 JUHLO SALA CAL (2) 19 JULHO GRUPO 19 JULHO SALA CAL Banner - projeto sala de espera versão final estagiarios psi (3)FREI ROGERIO FREI MOZER - GRUPO MARA E CIA psicologia elisa etc01 dezembro 2009 projeto sala de espera - DIPequipe de psi

 

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s