CAPACITAÇÃO PARA NOSSOS REPRESENTANTES NOS CONSELHEIROS MUNICIPAIS – PROGRAMAÇÃO

Petrópolis,02 de maio de 2013

Saudações,

A capacitação aos nossos representantes nos conselhos e instancias politicas sera na próxima segunda e terça – feira – dias 06 e 07 de maio, que devido ao ocorrido em nossa cidade – as chuvas, nossa capacitação foi transferida

esperamos continuar a contar com a sua participação e colaboração,

Sem mais para o momento,

Atenciosamente,

GRUPO ASSISTENCIAL SOS VIDA / PASTORAL DA AIDS – CNBB REGIONAL LESTE 1 

Logo SOS Vida 2010logo pastoral

CAPACITAÇÃO PARA CONSELHEIROS MUNICIPAIS

PROGRAMAÇÃO ( SUJEITA A ALTERAÇÃO DOS PALESTRANTES E TEMAS )

PRIMEIRO DIA –  06 DE MAIO :

9:00 – MESA DE ABERTURA :

SOS VIDA, PASTORAL DA AIDS / DIOCESE DE PETRÓPOLIS , CASA DOS CONSELHOS, COMSAUDE, CMAS, GABINETE DO PREFEITO,

9:30 – APRESENTAÇÃO DVD DA PASTORAL DA AIDS – CNBB

10:00 – IMPORTÂNCIA DA PARTICIPAÇÃO NOS CONSELHOS MUNICIPAIS / O QUE GANHAMOS COM NOSSA PARTICIPAÇÃO NOS CONSELHOS MUNICIPAISCARLOS HENRIQUE DAVID ( CASA DOS CONSELHOS ).

11:00 – TRABALHO EM GRUPO

12:00 – ALMOÇO

13:30 – DIREITOS SOCIAIS E PARTICIPAÇÃO NO PODER –  MARIA AUXILIADORA PIRES RIBEIRO DORA PIRES ( EX PRESIDENTE DO COMSAUDE / PETRÓPOLIS, VOLUNTARIA NO GRUPO ASSISTENCIAL SOS VIDA COORDENADORA DA PASTORAL DA AIDS – CNBB / DIOCESE DE PETRÓPOLIS ).

SEGUNDO DIA – 07 DE MAIO :

09:00 – DO FAVOR PARA O DIREITOSETOR JURÍDICO DO GRUPO ASSISTENCIAL SOS VIDA

10:00 –  COMO FUNCIONAM OS CONSELHOSCARLOS HENRIQUE / NELCI FRANCISCO

11:00 – RELAÇÃO ENTRE MOVIMENTO SOCIAL E PODER PUBLICOJORGE MAIA ( SECRETARIO DE GOVERNO – SETRAC ),

12:00 – ALMOÇO

13:30 – RECORRENDO AO JUDICIÁRIO – PROFESSORA JOSILIA FASBENDER

14:30 – ENCERRAMENTO E ENTREGA DOS CERTIFICADOS – DEFINIÇÃO DAS REPRESENTAÇÕES NOS CONSELHOS POR PARTE DOS PARTICIPANTES.

15:30 – COFFEE BREAK.

LOGOMARCACONTROLE SOCIAL E CIDADANIACONTROLE SOCIAL

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s