ONU: Secretário Geral da ONU – Líderes africanos devem respeitar os direitos de todos – Ban Ki-moon pede respeito a homossexuais/LGBT na África

Toni Reis
 
Ban Ki-moon pede respeito a homossexuais/LGBT na África
29 de janeiro de 2012 • 10h10 • atualizado às 10h16
O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, pediu aos líderes africanos que respeitem os direitos dos homossexuais, durante a abertura da cúpula da União Africana (UA), em Adis Abeba.
“Uma forma de discriminação, ignorada ou, inclusive, aprovada há muito tempo em muitos Estados é a discriminação baseada na orientação sexual ou na identidade sexual”, disse Ban. “Isso levou os governos a tratarem algumas pessoas como cidadãos de segunda classe, inclusive como criminosos”, lamentou.
“Enfrentar essas discriminações é um desafio, mas não devemos abandonar as ideias da Declaração Universal” dos Direitos Humanos, insistiu Ban.

“O futuro da África depende também do investimento em direitos civis, políticos, econômicos, sociais e culturais”, acrescentou.
O homossexualismo é ilegal em quase todos os países africanos, com raras exceções, como a África do Sul, e os atos de discriminação contra esse grupo são habituais.
Em Uganda, por exemplo, o Parlamento discute há meses endurecer as condenações contra homossexuais, já punidos com a prisão, decretando, inclusive, a pena de morte para os casos de reincidência.
O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu que todos os seus corpos diplomáticos promovam e ajudem financeiramente os programas de luta contra a homofobia.
O primeiro-ministro britânico, David Cameron, ameaçou excluir dos programas de ajuda aqueles países que não reconhecerem os direitos dos homossexuais.
http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5583217-EI17615,00-Ban+Kimoon+pede+respeito+a+homossexuais+na+Africa.html 
 
ONU: Secretário Geral da ONU – Líderes africanos devem respeitar os direitos de todos

Domingo, 29 Janeiro 2012 10:16Z
O Secretário Geral da ONU, Ban Ki-moon, disse aos líderes africanos que devem respeitar os direitos LGBT, no seu discurso na abertura de uma reunião de cúpula este domingo.

Ban disse que “Uma forma de discriminação ignorada ou mesmo sancionada por muitos estados há demasiado tempo foi a discriminação baseada na orientação sexual ou identidade de género”.

Acrescentando que esta atitude levou “os governos a tratar as pessoas como cidadãos de segunda classe ou até mesmo os criminosos”.

O Secretário Geral concluiu que é um desafio confrontar estas dicriminações “mas não devemos desistir de as idéias da declaração universal” dos direitos humanos.

O discurso foi proferido por ocasião da XVIII Cimeira da União Africana, em Addis Abeba, Etiópia que reúne mais de 50 nações.

No continente, África do Sul apresenta um ambiente legalmente mais amigável dos LGBT, incluindo o reconhecimento do casamento civil.

Mas mesmo assim são relativamente frequentes relatos de violações a mulheres lésbicas e outras situações de abuso.

Alguns países, como o Uganda, já têm leis que criminalizam os atos sexuais entre homens, mas apresentaram planos para agravar penas, incluindo pena de morte.

Ainda são claramente mais os casos de países africanos que perseguem as pessoas LGBT do que os que defendem os seus direitos

ONU

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s