Pesquisa de prevenção ao HIV com participação do Brasil é a mais inovadora de 2011, publica revista Science

Pesquisa de prevenção ao HIV com participação do Brasil é a mais inovadora de 2011, publica revista Science

     
 www.agenciaaids.com.br
09/01/2012 – 13h
A revista norte-americana Science, uma das mais prestigiadas publicações científicas do mundo,

divulgou um ranking das dez maiores inovações de 2011.

Em primeiro lugar, está o estudo internacional que demonstrou que,

se indivíduos HIV positivos aderem a um esquema eficaz de terapia antirretroviral,

o risco da transmissão do vírus ao parceiro sexual sem infecção pode ser reduzido em até 96%.

A pesquisa HPTN 052 foi realizada, no Brasil, pelo Grupo Hospitalar Conceição (GHC),

em Porto Alegre, e coordenada pelo Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas (Ipec/Fiocruz), no Rio de Janeiro.
O mérito da pesquisa, segundo a publicação, é provar que o tratamento com antirretrovirais,

medicamentos que controlam a ação do HIV no organismo, também pode diminuir a transmissão do vírus,ou seja,

servem como um método de prevenção.

“Em conjunto com outros ensaios clínicos promissores,

os resultados concretizam esforços para acabar com a epidemia de aids no mundo de uma forma inconcebível até um ano atrás”,

afirma o editor-chefe da Science, Bruce Alberts.
Iniciado em 2005, o estudo HPTN 052 contou com a participação de 1.763 casais sorodiscordantes (97% heterossexuais)

e foi realizado em 13 centros de saúde que fazem parte da Rede de Testes, localizados em países da Ásia, África e Américas,

como África do Sul, Botsuana, Brasil, Estados Unidos, Índia, Malásia, Quênia,Tailândia e Zimbábue.

No Brasil, o Ipec, incluído na HTPN desde 2001, coordenou a participação de mais dois centros,

o GHC e o Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI), no Rio de Janeiro.
HPTN
Criada em 2000, a HPTN é uma rede colaborativa formada por instituições de diversos países

que desenvolve ensaios clínicos focados no estudo da transmissão do vírus HIV.

Financiada pelo Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas (NIAID) dos Institutos Nacionais de Saúde (NIH)

dos Estados Unidos, a HPTN tem como maior prioridade desenvolver e implementar estratégias de prevenção

que contribuam para uma redução significativa e mensurável da incidência de HIV em populações do mundo inteiro.
Saiba mais também sobre o estudo HPTN 052 aqui.
Redação da Agência de Notícias da Aids com informações da Agência Fiocruz de Notícias
Dica de Entrevista
Fiocruz Comunicação Social Tel.: (21) 2270-5343

Este slideshow necessita de JavaScript.

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s