SOS VIDA TERA POSTO DE ARRECADAÇÃO DE ALIMENTOS NO RIO DE JANEIRO PARA DISTRIBUIÇÃO AOS SEUS ASSISTIDOS(AS)

 

“Súmula da Reunião para Integração de ações conjuntas entre o GPV-RJ e o SOS Vida de Petrópolis com vistas ao fortalecimento da Rede Latinoamericana e do Caribe de Ação Voluntária em HIV/Aids (RedLacVo+)”
Local: Sede do Grupo Assistencial SOS Vida/Petrópolis.
Participantes:
Marcio Villard (GPV-RJ) – Ponto Focal da REDLACVO+ no Brasil ;
Antonio Carlos de Souza Pires ( Cal ) ,
Carlos Alberto Stacciarini,  
Alex Lima dos Santos,
Adriana Paixão Bastos,
Shirlei Amaro Avena Weisz (todos do SOS Vida).
Obs: estava previsto a participação do presidente e psicologo do GPV-RJ, George Gouvêa, mas por mudanças na agenda local não foi possível participar.
PAUTAS:
1) Propostas com vistas ao fortalecimento da RedLacVo+ no Brasil.
2) Participação do GPV-RJ na implementação da agenda da Pastoral da Aids na região metropolitana do Rio de Janeiro.
3) Intercâmbio e Cooperação técnica entre o GPV-RJ e o SOS Vida.
            Há tempos que os Grupos Assistencial SOS Vida ( 1998 ) e Pela Vidda-RJ (1989) desenvolvem ações e iniciativas na perspectiva de acolher, orientar e integrar socialmente as pessoas vivendo com HIV e Aids no Rio de Janeiro, por isso temos buscado atuar de forma integrada e com vistas a formação de redes de apoio.
            Face a recente eleição dos novos Pontos Focais da RedLacVo+ temos buscado cada vez mais reunir esforços com o Secretario Geral eleito em junho de 2011 – Antonio Carlos de Souza Pires ( Cal ) psicologo responsavel tecnico, presidente e fundador do Grupo Assistencial SOS Vida (Secretaria Geral da RedLacVo+) no intuito de socializar e ampliar a rede no Brasil.
Lamentavelmente a RedLacVo+ não tem sido compreendida devidamente nos nossos espaços políticos, entendendo que uma articulação em rede não é necessariamente um espaço institucionalizado e/ou hierarquizado. Sendo o mais importante o intercâmbio.
            A proposta da Rede deste a Conferência Mundial do México em 2008 é pactuar agendas políticas e sociais com vistas ao ativismo e a solidariedade (compromisso e vocação).
            Com relação ao Brasil nossa intenção (Ponto Focal com apoio do Secretario Geral ) é de promover maior intercâmbio e apoio social entre as ações voluntárias de enfrentamento ao HIV com os 16 (dezesseis) países membros que compõem a RedLacVo+.
            Neste sentido identificamos conjuntamente – SOS Vida e GPV-RJ – a necessidade de viabilizar no espaço do XVI ENONG (11 a 14/11/11 em Belém) um momento para discussão e construção de bases para uma Agenda da Redlacvo+ no Brasil.
Pretendemos com isto envolver representantes de todos os Fóruns, Pastorais, Redes e PVHA – iniciativas Brasileiras, que possam contribuir neste processo compartilhado (ações políticas e cooperação internacional).
            Para tanto iremos buscar apoio logístico junto a
Comissão Organizadora do XIV ENONG para integrarmos esta proposta na programação oficial do Encontro, mesmo que aconteça como uma atividade satélite (paralela).
            Sobre a nossa inclusão na agenda da Pastoral da Aids na região metropolitana do Rio de Janeiro temos a intenção de contribuir na capacitação dos representantes das Pastorais, principalmente, nos enfoques de estigma, preconceito, trabalho e inclusão social das PVHA.
Por último, mas não limitando nossas possibilidades de intercâmbio e cooperação técnica com o SOS Vida pretendemos compartilhar nossas ações jurídicas, psicossociais, interativas e de convivência através de espaços de trocas e de cooperação com vistas a sustentabilidade e a continuidade de nossas Agendas Sociais (Recepção e Aconselhamento, Assessoria e Orientação Jurídica e Grupos de Convivência). Ficou encaminhado que iremos planejara um espaço para intercâmbio de atividades entre as respectivas atividades.
Também ficou encaminhado que o GPV-RJ irá apoiar a campanha de doação de alimentos para o SOS Vida com vistas a manter o trabalho social e as ações com pessoas e famílias excluídas.
Não poderia finalizar este relato sem deixar de agradecer a acolhida desde a rodoviária de Petrópolis, o almoço preparado por voluntários do SOS Vida e o rico momento de intercâmbio entre nossas ações institucionais, mas com a responsabilidade de ampliarmos a Red Lac Vo+ no Brasil e com isto provermos maior comunicação e intercâmbio com nossos pares latinoamericanos e caribenhos, entendendo que esta Rede é mais uma ferramenta para potencializar as relações entre o Movimento de Luta contra a Aids no Brasil com os parceiros na região da América Latina e Caribe.   
Todos os intens da pauta tiveram a concordância dos participantes, em especial do Secretario Geral da REDLACVO+, que ira encaminhar esta súmula ao Conselho diretor em Buenos Aires – AR para apreciação e conhecimento,
Viva a Vida!
Ponto Focal da REDLACVO+ no Brasil
Marcio Villard/GPV-RJ
Secretario Geral da REDLACVO+
Antonio Carlos de Souza Pires

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s