DISCURSO FIM DE MANDATO COMSAUDE – MARIA AUXILIADORA PIRES RIBEIRO – DORA 2009 / 2011

DISCURSO FIM DE MANDATO COMSAUDE

Boa noite a todos(as)

É o momento de consolidar o processo democrático em nosso pais e isto é tarefa de todos(as).

Lutar pelos direitos humanos, defesa do SUS e pela garantia do acesso a saúde para todos (as).

Colaborar na construção de políticas publicas que respondam as necessidades da população e garantir a ampliação do acesso aos serviços do SUS.

Acompanhar, monitorar a ampliação dos recursos financeiros.

Ser conselheiro de saúde é ter responsabilidades, ter coragem de dizer não quando as propostas apresentadas não beneficiam os usuários e sim interesses individuais ou políticos.

É lutar para limpar as mazelas e dar aos usuários um acesso de qualidade ao atendimento do SUS.

Discutir e pensar em trabalhar uma atenção básica eficiente, sem ingerências políticas partidárias e com prestação de contas eficientes.

Chegamos ao final do nosso mandato…

Depois de 20 anos, pela primeira vez na historia deste conselho, a sociedade civil assume a presidência.

É motivo de orgulho para min ser a primeira representante eleita por unanimidade.

Foi um processo democrático e só a democracia gera desenvolvimento humano e este desenvolvimento é obra da ação da cidadania através da participação de todos (as).

Quando decidi pleitear a presidência do COMSAUDE, um dos mais importantes espaços de controle social sabia que seria um grande desafio, mais a frente o apagão que vivemos na saúde, qualquer ação por menor que seja é um grande acontecimento.

Se não posso realizar grandes coisas, posso ser grande nas pequenas coisas…

Não importa o que fazemos:

Segurar uma vassoura ou uma caneta, falar ou silenciar, fazer um belo concerto ou uma conferencia, temos que tentar fazer.

O que importa não é a vitoria – mas o esforço, não o talento, mas a vontade, não o que somos, mas quem somos….

Confesso que quando me vi eleita fiquei assustada, mas confiei em Deus e pedi forças…

Pedi ao Espírito Santo que me desse discernimento e iluminasse meus caminhos e decisões,

Segui em frente e venci barreiras e obstáculos encontrados…

Foram muitos… principalmente nos primeiros meses…

Aos poucos fui conquistando o respeito e confiança de todos (as)…

Fui criticada por alguns intelectuais… mas agradeço, pois foi com o conhecimento e competência deles que aprendi a estar no comando…

Não significa saber mais que os outros e sim ter a humildade de pedir ajuda quando não souber…

É não ser arrogante nem prepotente..

Que ser LIDER é SER SABIO…

Conduzi este conselho com amor e princípios cristãos..

Quantas madrugadas e finais de semana eu e meus companheiros(as) conselheiros da comissão de saúde saímos para atender pedidos de ajuda ou fazer inspeções atendendo denuncias de usuários(as)…

Chegamos a acompanhar pacientes até a delegacia, fórum para entrar com liminar, encaminhamos para o Ministério Publico…

Cumprimos nosso dever de cidadão comprometido com aqueles que representamos…

NÃO TEMOS MUITO O QUE COMEMORAR, POIS NOSSAS DELIBERAÇÕES NÃO FORAM CUMPRIDAS…

Não podemos deixar cair no esquecimento:

  • A publicação do protocolo da enfermagem aprovado por este conselho em dezembro de 2010..
  • A audiência externa da prestação da Cruz Vermelha na administração das UPAs Cascatinha e Centro..

A sala do Conselho em condições precárias, sem nenhuma estrutura para desenvolver nossos trabalhos COMO DETERMINA A RESOLUÇÃO 333/2003…

A falta de carro para os conselheiros se deslocarem para fazer fiscalizações em unidades…

Tivemos os nossos trabalhos muito prejudicados…

A quarta diretriz da resolução 333 diz:

“Os governos garantirão autonomia para o pleno funcionamento do Conselho de Saúde, dotação orçamentária, secretaria executiva e estrutura administrativa.”

Os recursos financeiros também possibilitam que o Conselho mantenha sua estrutura administrativa e logística (sala própria, moveis – cadeiras e mesas, telefone – nem isto tivemos, computador com acesso a internet etc…

Garantem também o DESLOCAMENTO de Conselheiros e materiais de divulgação, alem de custear ações de educação do Conselho nas comunidades…

Mesmo assim com todas as dificuldades, não deixamos de cumprir nosso dever… avançamos e fizemos historia, que ficara registrada para sempre no nossa memória e nas ATAS.

Tivemos um mandato sem cooptações, com muita pressão psicológica, ameaças, mas estamos fazendo uma transição com PAUTA LIMPA…

Desejo ao próximo presidente ou próxima… sucesso e que RESPEITE E MANTENHA DIALOGO COM OS CONSELHEIROS, QUE PENSE NA POPULAÇÃO CARENTE – A QUE MAIS SOFRECOM ATENDIMENTO DO SUS…

Que lembre sempre que nós usuários (as) não estamos pedindo favor, SO DEFENDENDO NOSSOS DIREITOS…

Que tenha uma boa gestão e conte com nosso apoio, pois estaremos juntos por 2 anos…

Que tenha respeito com aqueles (as) que aqui REPRESENTA O POVO e tenho certeza que continuaremos a fazer um bom trabalho, estaremos coesos…

Não podemos deixar de lembrar do SR. LOURIVAL que mesmo com sua saúde debilitada e com limitações, foi exemplo para todos nós – MUITAS VEZES ELE APLICAVA SUA INSULINA DURANTE AS VISITAS NAS UNIDADES, PASSAVA DA HORA DE SUA ALIMENTAÇÃO, MAS FAZIA QUESTÃO DE NOS ACOMPANHAR E FICAVA ATE O FINAL DA INSPEÇÃO…NUNCA DIZIA NÃO QUANDO ERA CONVIDADO PARA ACOMPANHAR A COMISSÃO DE SAUDE…

DO CARLINHOS DA JACUBA que foi outro grande exemplo…

A ESTES COMPANHEIROS NOSSOS ETERNOS AGRADECIMENTOS, QUE DEUS OS TENHA…

Espero que os novos conselheiros (as) que hoje tomam posse, sejam comprometidos (as) com estes nossos amigos (as) e coloquem em primeiro lugar SEU DEVER DE CIDADÃO, QUE TENHAM UM OBJETIVO:

LUTAR POR UM ATENDIMENTO DIGNO E DE QUALIDADE, POR UM SUS MELHOR E FISCALIZAR.

FICAR SEMPRE DO LADO DA VERDADE INDEPENDENTE DE SER GOVERNO OU SOCIEDADE CIVIL…

PENSAR SEMPRE O QUE É MELHOR PARA A POPULAÇÃO, SEM INGERENCIA POLITICA PARTIDARIA…

Agradeço a todos vocês, governo e sociedade civil, conselheiro ou não, que me ajudaram a construir esta historia…

Agradeço a Dom Filippo e ao Monsenhor Paulo Daher por me confiarem esta grande missão – REPRESENTAR A MITRA NO COMSAUDE…

Deixo uma reflexão para todos (as):

“NÃO ME PREOCUPO COM O GRITO DOS MAUS… ME PREOCUPO COM O SILENCIO DOS BONS”…

MARIA AUXILIADORA PIRES RIBEIRO – DORA

PRESIDENTE – 2009 / 2011 

Petrópolis, 27 de setembro de 2011

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

5 comentários em “DISCURSO FIM DE MANDATO COMSAUDE – MARIA AUXILIADORA PIRES RIBEIRO – DORA 2009 / 2011

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s