APESAR DE TODOS OS APELOS EM QUE NÃO SE REALIZASSE ESTA AÇÃO DESTA FORMA…ESTA ACONTECENDO O FIQUE SABENDO…

Apesar de todos os apelos do movimento de luta contra AIDS em que não fosse realizado o Fique sabendo – ( teste anti HIV) da forma como foi programado, esta acontecendo no Rock in Rio.

O movimento de luta contra AIDS se manifestou e mobilizou contrario a esta ação, porem fomos vencidos, muitas foram as manifestações contrarias de toda sociedade civil, de vários cantos do pais e não fomos ouvidos.

Não somos contrários ao “Fique sabendo”, e sim a forma como esta sendo realizada esta ação, acreditamos não ser este o melhor momento de dar ou receber um resultado anti-hiv, pois poderá acontecer os dois extremos.

O momento é de festa, importante estar ali para conscientizar das varias formas de prevenção sem duvida sim, mas realizar o teste não é o momento mais adequado.

Nossa experiência junto as bases – mais de 20 anos trabalhando com esta questão, nos da subsídios suficientes para ser contrários a esta atitude do Departamento Nacional de DST/AIDS e Hepatites Virais – MS.

Somos e sempre fomos parceiros nesta luta, pois a luta deve ser de todos(as) para que consigamos os melhores resultados de prevenção e assistência – razão pela qual o Brasil é reconhecido e respeitado internacionalmente pela sua forma de enfrentamento desta pandemia – A UNIÃO DA SOCIEDADE CIVIL E GOVERNO.

Fomos vencidos, mas não iremos desistir de lutar, reconhecemos a importância do resultado precoce do HIV, sendo positivo, ira possibilitar uma melhor qualidade de vida, evitar novas infecções, mas em festas não é o momento mais adequado de se entregar um resultado anti HIV, pois poderá acontecer dois extremos e muitas conseqüências evitadas.

Incentivar/informar sim, entrega de resultados não.

Antonio Carlos de Souza Pires ( Cal )

secretario geral REDLACVO+

psicólogo técnico responsável do Grupo Assistencial SOS VIDA e

presidente em exercício

 

https://grupososvida.wordpress.com/2011/09/20/nao-ao-teste-anti-hiv-no-rock%e2%80%99n%e2%80%99rio-entre-nesta-luta/?preview=true&preview_id=2385&preview_nonce=15df4e7886

Rock in Rio terá ações de prevenção contra a aids

Posto de atendimento no Rock in Rio

Nos próximos dias o rock ’n’ roll tomará conta do Rio de Janeiro. Além de música, o público na Cidade do Rock poderá acessar informações sobre sexo seguro. O Fique Sabendo, uma das ações programáticas do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais (SVS/MS) para prevenção e diagnóstico precoce do vírus da aids, disponibilizará um estande onde o público pode fazer o teste rápido de aids. A ação inclui também distribuição de 250 mil camisinhas. O objetivo é manter a importância do enfrentamento às DST, aids e hepatites virais na agenda de saúde pública e oferecer à população acesso à informação, prevenção, diagnóstico e assistência.

A iniciativa do Ministério da Saúde é resultado de parceria entre o Departamento SVS/MS, Coordenação de DST e Aids do Estado do Rio de Janeiro,  municípios vizinhos à Cidade do Rock e a organização do Rock in Rio, com apoio do Fundo de Populações das Nações Unidas (UNFPA). Os profissionais de saúde das coordenações estadual e municipais darão suporte às atividades. “O Rock in Rio é uma excelente oportunidade, não só para o público, mas também para os trabalhadores envolvidos no evento terem acesso a informações sobre métodos seguros de prevenção, como a camisinha e, para aqueles que decidirem, com devido aconselhamento, realizarem a testagem para o HIV”, destaca Dirceu Greco, diretor do Departamento.

Fique Sabendo
Os profissionais de saúde estão preparados para realizar 300 testes por dia. O estande vai funcionar de meio dia às 2h da madrugada, mas os testes poderão ser feitos até às 19h. Antes da abertura dos portões da Cidade do Rock ao público, os 14 mil trabalhadores da organização e montagem do festival terão acesso à testagem. Além disso, serão exibidos dois filmes nos telões do Rock in Rio durante os intervalos dos shows, um sobre prevenção e o outro sobre os testes.
 
Como fazer o teste
Ao chegar ao espaço do Ministério da Saúde, as pessoas serão recebidas pelos profissionais especializados em aconselhamento que darão informações sobre prevenção e sobre a possibilidade de realizar o teste. Caso a pessoa decida realizar o exame anti-HIV, será encaminhada para a recepção, aonde irá se cadastrar. Depois, seguirá para a sala de coleta de sangue. Nesse ambiente, além de um profissional treinado para realizar a testagem, haverá um aconselhador para abordar questões individuais. O teste é feito com apenas um furinho no dedo. Após a realização do exame, a pessoa é chamada em uma sala reservada para receber, individualmente, o resultado e aconselhamento pós-teste, independente do resultado.

No caso de positivo para HIV, o aconselhador estará atento e preparado para prestar o apoio necessário. Ele também vai encaminhar a pessoa novamente à sala de testagem para a realização do segundo teste. Confirmado o diagnóstico, o aconselhador irá orientá-la sobre o resultado final do teste e lhe entregará uma carta de encaminhamento e endereço de um serviço de referência em aids de sua cidade, para acompanhamento clínico. Em caso de qualquer necessidade imediata, três hospitais federais do Rio de Janeiro estão prontos para receber as pessoas encaminhadas na ação do Fique Sabendo.

Fique Sabendo
Onde: Rock Street, próximo ao Palco Sunset, Rock in Rio
Quando: de 23 a 25 de setembro; e de 29 de setembro a 2 de outubro
Horário: 12h às 19h

Fonte: Blog da Saúde

https://grupososvida.wordpress.com/2011/09/20/nao-ao-teste-anti-hiv-no-rock%e2%80%99n%e2%80%99rio-entre-nesta-luta/?preview=true&preview_id=2385&preview_nonce=15df4e7886 

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

2 comentários em “APESAR DE TODOS OS APELOS EM QUE NÃO SE REALIZASSE ESTA AÇÃO DESTA FORMA…ESTA ACONTECENDO O FIQUE SABENDO…

  1. Trabalho com aconselhamento e estagem para HIV em Porto Alegre há mais de 17 anos e estou chocada com aforma como este tema tem sido tratado pelo Ministério da Saúde! Lamento pela população… e por todos nós que temos nos dedicado por tantos anos a esta causa!

    1. obrigado pela sua manifestação, tambem ficamos chocados com a forma que esta sendo conduzido este processo…MESMO DESAGRADANDO AO MOVIMENTO SOCIAL…MOVIMENTO QUE CONTRIBUI E CONTRIBUIU COM A CONSTRUÃO DESTE PROGRAMA QUE AI ESTA…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s