RJ: Alerj aprova lei das OSs para gestão da saúde e servidores protestam

RJ: Alerj aprova lei das OSs para gestão da saúde e servidores protestam

 

Reprodução de TVFoto: Reprodução de TV

Redação SRZD | Rio+ | 13/09/2011 19h49O projeto de lei que autoriza a gestão de hospitais estaduais por Organizações Sociais foi aprovado, na tarde desta terça-feira, após muita discussão no plenário da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). A votação foi folgada, com 49 votos a favor e somente 12 contra. Apesar da decisão, algumas emendas ainda serão discutidas individualmente. A Alerj informou que após a votação dos destaques, o projeto será enviado à sanção do governador Sérgio Cabral.

Do lado de fora da Assembleia, muita confusão. Centenas de servidores públicos da área da saúde protestavam contra a aprovação da lei e também porque não conseguiam entrar para acompanhar a votação. Eles alegam que com a aprovação da lei os hospitais do estado ficarão entregues ao capital privado.
 
A Alerj pediu a presença da polícia, que utilizou spray de pimenta para conter os manifestantes. Três viaturas do Batalhão de Choque também foram utilizadas para controlar o tumulto.

A advogada do Fórum de Saúde do Rio de Janeiro, Rossana Bossi, disse que foi agredida por um segurança da Alerj e por um policial quando foi tentar falar com um deputado que saía pelas porta dos fundos.”Nossa manifestação é pacífica. Não estamos armados. Me pergunto o motivo da truculência da segurança da Alerj e da presença de policiais do Batalhão de Choque”.

De acordo com a assessoria da Alerj, o cadastramento das pessoas para acompanhar a votação estava sendo feito, mas é um processo que leva um certo tempo para a identificação. E mesmo com o número de senhas disponíveis nem chegando a ser atingido, algumas pessoas começaram a se exaltar e tentaram forçar a entrada na Alerj.”Por conta da iminência de uma invasão por parte de manifestantes que chegaram a forçar as entradas no Palácio Tiradentes, a presidência da Alerj se viu obrigada a convocar o Batalhão de Choque da PM para garantir a segurança de seus funcionários e um dos patrimônios históricos do estado, o Palácio Tiradentes”, dizia um trecho da nota.

A nota ainda dizia que “mesmo com a presença de policiais, deputados, deputadas e seguranças da Casa foram agredidos quando tentavam entrar no prédio, onde fica o plenário da Alerj”.

Bombeiros na Alerj

Os manifestantes da saúde se juntaram aos bombeiros, que permanecem acampados na Alerj há 14 dias, desde a manifestação do último dia 30. As reivindicações são as mesmas dos protestos de abril. Eles pedem o aumento do piso salarial de R$ 2 mil líquidos, o fim das gratificações e também maior auxílio transporte para atender a real necessidade de deslocamento de todos os militares, além da anistia criminal aos 439 presos.

O ato e o acampamento na Alerj contam apenas com os bombeiros militares de folga, sem comprometimento de qualquer atividade.
 
http://www1.sidneyrezende.com/noticia/145268+alerj+aprova+lei+das+os+para+gestao+da+saude+e+servidores+protestam

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s