Workshop sobre os direitos do portador de vírus HIV www.e-tribuna.com.br

Workshop sobre os direitos do portador de vírus HIV  www.e-tribuna.com.br

SOS Vida anuncia realização de workshop sobre o vírus HIV, da Aids. / Alexandre Carius

O Grupo Assistencial SOS Vida, que presta assistência aos portadores do vírus HIV/Aids, promove, neste mês de agosto, um workshop com o tema O portador do HIV/Aids e o acesso à justiça. O evento acontecerá na Universidade Católica de Petrópolis (Campus Benjamin Constant), no dia 12, e na Estácio de Sá (campus Bingen), no dia 26. O início das atividades, nos dois dias, está marcado para as 8h, e o término às 16h.
Segundo a entidade, o objetivo é dar aos participantes uma visão ampla e clara sobre os caminhos da justiça em relação aos portadores de HIV/Aids e o enfrentamento das questões que envolvem esta pandemia. Estarão presentes o presidente do Grupo SOS Vida, Antônio Carlos de Souza Pires; a vice-presidente Adriana Paixão Bastos; o presidente da OAB Petrópolis, Herbert Cohn; o deputado federal Hugo Leal (PSC); o deputado estadual Janio dos Santos Mendes (PDT); o deputado estadual Bernardo Rossi (PMDB) e outras autoridades.
As inscrições poderão ser feitas no dia do evento ou através do e-mail
// <![CDATA[
var prefix = ‘mailto:’;
var suffix = ”;
var attribs = ”;
var path = ‘hr’ + ‘ef’ + ‘=’;
var addy79328 = ‘juridicososvida’ + ‘@’;
addy79328 = addy79328 + ‘gmail’ + ‘.’ + ‘com’;
document.write( ‘‘ );
document.write( addy79328 );
document.write( ” );
// ]]>
juridicososvida@gmail.com
//
CLOAKING
// <![CDATA[
document.write( ” );
// ]]>
. O evento vai contar também com palestras e debates e é organizado juntamente com a Pastoral da Aids da Diocese de Petrópolis, Conselho Municipal de Saúde, REDLACVO+ , UCP, Estacio de Sá

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s