Epidemiada Aids completa 30 anos, mas estamos cada vez mais próximos da cura – Por Shirlei Amaro Avena Weisz, advogada, jornalista, professora universitária, jornalista da agência PNUD -Ngo ( África ) da ONU e voluntária do Grupo Assistencial SOS VIDA.

Epidemiada Aids completa 30 anos, mas estamos cada vez mais próximos da cura
Por Shirlei Amaro Avena Weisz, advogada, jornalista, professora universitária, jornalista da agência PNUD -Ngo ( África ) da ONU e voluntária do Grupo Assistencial SOS VIDA.
 Minha foto
A epidemia da AIDS suriu na década de 80, mas o vírus tem mais de 100 anos! Isso foi descobeto após serem analisadas amostras de sangue de 50 anos atrás, na República do Congo. Além disso em 1998 foi encontrada uma vertende do vírus em um dos nódulos linfáticos de uma muher, feito em 1960.

Deve=se ressaltar que os dois vírus eram sutilmente diferentes, dada a evolução histórica particular de cada um. Comparando sua sequência genética, concluiu-se que eles provavelmente tinham origem entre os anos de 1902 e 1921 em um ancestral comum, o que sugere que o HIV nos acompanha desde, pelo menos, este período.
Hoje, após 30 anos do início da epidemia e após quase 100 anos do aparecimento do vírus no planeta, pesquisadores da Universidade da Carolina do Norte, descobriram que o uso de medicamentos já utilizados hoje para combater a infcção pelo vírus, que são geralmente receitados quando os primeiros sintomas surgem, pode impedir a transmissão do vírus da AIDS em casais sorodicordntes ( um apenas é portador do vírus HIV).
Durante a pesquisa 1673 casais da África, Ásia e das Américas foram acompanhados por 6 anos. Metade dos casais receberam os medicamentos, além de orientação médica e preservativos. A outra metade recebeu placebo e orientação médica e preservativos,
Em 28 dos 1763 casais a pessoa que tinha o vírus, acabou pssando o mesmo para o seu parceiro. Sendo que 27 estavam no grupo que não tomou os remédios e apens um no grupo que tinha tomado. Ou seja, o uso de medicamento inibe a transmissão da doença de forma drástica e segundo os pesquisadores se deve a diminuição do vírus no sangue do paciente durnte o período de tratmento medicamentoso.
Deve -se entretanto, deixar claro que a descoberta não elimina a necessidade do uso da camisinha para previnir a dissiminação da doença, mas sim que estamos caminhando à passoa largos em busca da cura.
Outra notícia que merece destaque em relação a esse tema é a criação do site “Love begins L”, por Talia Frenkel que trabalhou por anos como fotógrafa da cruz vermelha; o site promete combater as doenças sexualmente transmissíveis na África e a promover programas educacionais em áreas dominadas pelo vírus HIV. O sistema de trabalho do site é simples: para cada camisinha comprada no Love Begins L, uma camisinha é doada para uma mulher africana.
O preço do pacote com 12 camisinhas no site sai por U$22,00, mais taxa de entrega.Maiores informações vide site: lovebeginswithl.com

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s