Secretário recebe representantes de organizações que compõe o Fórum ONG/Aids do Paraná

 

Secretário recebe representantes de organizações que compõe o Fórum ONG/Aids
O secretário da Saúde, Michele Caputo Neto e o superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz, receberam nesta terça-feira (28) os representantes das organizações que compõe o Fórum ONG/Aids. Hoje o Fórum é composto por 36 entidades. O coordenador, Amauri Ferreira Lopes, agradeceu o apoio da Secretaria Estadual de Saúde para a realização do evento que foi realizado nos dias 27 e 28 de junho em Curitiba.

O secretário destacou que as demandas trazidas pelo grupo já estavam previstas no Plano Estadual de Ações e Metas (PAM). Uma delas é a realização de capacitação nas áreas técnica jurídico-contábil e elaboração de projetos. “Parabenizo pela escolha dos temas. Elas são de extrema importância visto que temos quatro capacitações previstas no PAM”, destacou.

Caputo Neto também reiterou o apoio institucional para a realização do Encontro Estadual de Pessoas Vivendo Com HIV/Aids (PVHA) que será realizado em Curitiba em data a ser definida e para ações da sociedade civil, como Primeiro de Dezembro (Dia Mundial de Luta Contra a Aids), Vigília da Aids e Pré-carnaval. “Considero a causa importante para a saúde pública e Também temos interesse em discutir as nossas redes de atenção nestes eventos. Quando fui secretário municipal implantei o teste rápido de HIV e autorizei a distribuição de preservativos masculinos nas escolas”, afirmou.

Sezifredo Paz destacou que as ONGs podem qualificar os projetos e ampliar o escopo e a abrangência. “Sugiro envolver as universidades, os municípios e outras instituições num trabalho de parceria”, disse. A Secretaria também vai designar um representante de cada regional para fazer interlocução com o fórum.

A Secretaria ainda vai garantir a participação de representantes de entidades em eventos como o Encontro Nacional de ONGs Aids (ENONG) em Belém (PA) e o Encontro Regional de ONGs Aids (ERONG) que será realizado em Porto Alegre (RS).

Também foi oficializada a comissão de apoio das ONGs para realização do PVHA composta pelas seguintes organizações: Grupo Amigos, Só Vida, Rede Sol, Rede de Mulheres Negras (PR), Educadores em Ação, Themis, RNP+C CCMM, Cidadãs Posithivas, Reviver, Grupo União pela Vida, Grupo Liberdade e Pastoral da Aids, Lar Nossa Senhora do Rocio, Teatro Bumba Meu Boi e Repare.

Amauri Ferreira Lopes – AVIVERON

 

s

 

 

 

 

 

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s