Falhas na distribuição de drogas anti-Aids preocupam -http://extra.globo.com/noticias/saude-e-ciencia/falhas-na-distribuicao-de-drogas-anti-aids-preocupam-2082009.html

Falhas na distribuição de drogas anti-Aids preocupam

Paolla Serra
Pelo menos dois medicamentos que fazem parte do coquetel usado por pacientes
portadores do vírus HIV estão em falta em alguns postos de distribuição do
município do Rio. De acordo com pacientes, os remédios atazanavir e lamivudina
já estão sendo racionados no Posto de Saúde Alberto Borgeth, em Madureira, e no
Hospital Universitário Pedro Ernesto (Uerj), em Vila Isabel.

X., que usa o coquetel anti-Aids e pediu para não ser identificado, contou
que foi buscar uma caixa de atazanavir na última sexta-feira no Pedro Ernesto e
foi informado de que o medicamento estava em falta em toda a rede do Rio:

— Em vez de receber uma caixa com 30 comprimidos, só recebi cinco. Eles estão
racionando para não faltar. No fim da semana, vou voltar lá para ver se consigo
pegar os que faltam.

Já o paciente Y., que também preferiu não ser identificado, foi ontem à
Policlínica Alberto Borgeth, em Madureira, e não conseguiu retirar o remédio
lamivudina:

— Vou tentar de novo na quarta-feira. Espero que já tenha.

De acordo com o Ministério da Saúde, não há problemas de abastecimento no
arsenal terapêutico do coquetel, que conta atualmente com 20
anti-retrovirais.

A Secretaria municipal de Saúde, responsável pela distribuição dos remédios
para todas as unidades do estado, informou que “foi detectada falta pontual no
Hospital Pedro Ernesto, devido a um erro da unidade no processamento do pedido”.
Na Policlínica Alberto Borgeth, segundo a secretaria, também houve problema
pontual por conta de abastecimento. A secretaria garantiu que a distribuição
está sendo regularizada.

Extra Explica como se prevenir contra a Aids.

Falhas na distribuição de
drogas anti-Aids preocupam

//

Paolla
Serra
Tamanho do texto A A A

Pelo menos dois medicamentos que fazem parte do coquetel usado por pacientes
portadores do vírus HIV estão em falta em alguns postos de distribuição do
município do Rio. De acordo com pacientes, os remédios atazanavir e lamivudina
já estão sendo racionados no Posto de Saúde Alberto Borgeth, em Madureira, e no
Hospital Universitário Pedro Ernesto (Uerj), em Vila Isabel.

X., que usa o coquetel anti-Aids e pediu para não ser identificado, contou
que foi buscar uma caixa de atazanavir na última sexta-feira no Pedro Ernesto e
foi informado de que o medicamento estava em falta em toda a rede do Rio:

— Em vez de receber uma caixa com 30 comprimidos, só recebi cinco. Eles estão
racionando para não faltar. No fim da semana, vou voltar lá para ver se consigo
pegar os que faltam.

Já o paciente Y., que também preferiu não ser identificado, foi ontem à
Policlínica Alberto Borgeth, em Madureira, e não conseguiu retirar o remédio
lamivudina:

— Vou tentar de novo na quarta-feira. Espero que já tenha.

De acordo com o Ministério da Saúde, não há problemas de abastecimento no
arsenal terapêutico do coquetel, que conta atualmente com 20
anti-retrovirais.

A Secretaria municipal de Saúde, responsável pela distribuição dos remédios
para todas as unidades do estado, informou que “foi detectada falta pontual no
Hospital Pedro Ernesto, devido a um erro da unidade no processamento do pedido”.
Na Policlínica Alberto Borgeth, segundo a secretaria, também houve problema
pontual por conta de abastecimento. A secretaria garantiu que a distribuição
está sendo regularizada.

Extra Explica como se prevenir contra a Aids.

Falhas na distribuição de drogas anti-Aids preocupam
Paolla Serra Tamanho do texto A A A
Pelo menos dois medicamentos que fazem parte do coquetel usado por pacientes portadores do vírus HIV estão em falta em alguns postos de distribuição do município do Rio. De acordo com pacientes, os remédios atazanavir e lamivudina já estão sendo racionados no Posto de Saúde Alberto Borgeth, em Madureira, e no Hospital Universitário Pedro Ernesto (Uerj), em Vila Isabel.

X., que usa o coquetel anti-Aids e pediu para não ser identificado, contou que foi buscar uma caixa de atazanavir na última sexta-feira no Pedro Ernesto e foi informado de que o medicamento estava em falta em toda a rede do Rio:

— Em vez de receber uma caixa com 30 comprimidos, só recebi cinco. Eles estão racionando para não faltar. No fim da semana, vou voltar lá para ver se consigo pegar os que faltam.

Já o paciente Y., que também preferiu não ser identificado, foi ontem à Policlínica Alberto Borgeth, em Madureira, e não conseguiu retirar o remédio lamivudina:

— Vou tentar de novo na quarta-feira. Espero que já tenha.

De acordo com o Ministério da Saúde, não há problemas de abastecimento no arsenal terapêutico do coquetel, que conta atualmente com 20 anti-retrovirais.

A Secretaria municipal de Saúde, responsável pela distribuição dos remédios para todas as unidades do estado, informou que “foi detectada falta pontual no Hospital Pedro Ernesto, devido a um erro da unidade no processamento do pedido”. Na Policlínica Alberto Borgeth, segundo a secretaria, também houve problema pontual por conta de abastecimento. A secretaria garantiu que a distribuição está sendo regularizada.

Extra Explica como se prevenir contra a Aids.
http://extra.globo.com/noticias/saude-e-ciencia/falhas-na-distribuicao-de-drogas-anti-aids-preocupam-2082009.html

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s