WORKSHOP O PORTADOR(A) DO HIV/AIDS e o ACESSO a JUSTIÇA – INSCRIÇÕES / VAGAS LIMITADAS – INFORMAÇÕES : juridicososvida@gmail.com

WORKSHOP

O PORTADOR(A) DO HIV/AIDS e o ACESSO a JUSTIÇA

DIAS    : 12 de agosto  –  UCP  – SEMANA DO ADVOGADO  26 de agosto – Estácio – SEMANA DO ADVOGADO

INSCRIÇÕES / VAGAS LIMITADAS – INFORMAÇÕES :  juridicososvida@gmail.com   

8:00 – confirmação de credenciamento e distribuição de material

8:30Mesa de abertura:

9:15– Conferência de abertura :

  • POLITICAS PUBLICAS VOLTADAS PARA O PORTADOR(A) DO HIV/AIDS

Assessoria : Debatedores: Deputado Marcus Vinicius, Frente Parlamentar de AIDS e Tuberculose / RJ,

10:00

  • O portador(a) do HIV/AIDS sujeito social e familiar

Assessoria      :

Deputado federal Dr. Hugo Leal – Advogado, Deputado Federal, membro da Frente Parlamentar de AIDS,

Debatedores :

Dra. Shirlei Amaro Avena Weisz, Advogada, Jornalista, Professora Universitária, Brasil – Israelense e voluntaria do Setor Jurídico do SOS VIDA, Dra. Adriana Paixão Bastos – vice-presidente do SOS VIDA ,advogada, coordenadora do Setor Jurídico do SOS VIDA professora 

10:30

  • O portador(a) do HIV/AIDS, família e a comunidade

Assessoria :

SETRAC –  Sr. Luiz Eduardo Peixoto – Secretario de Trabalho Ação e Cidadania de Petrópolis 

Debatedores  :

Dr. Antonio Carlos de Souza Pires – presidente do SOS VIDA, psicólogo, sócio fundador da Pastoral da AIDS – CNBB, Assessor da Pastoral da AIDS – CNBB / Arquidiocese do Rio e Regional Leste 1, Ponto Focal da Rede Latino Americana e Caribenha de Ações Voluntaria no Combate ao HIV/AIDS

Dr. Alex Sandro Melo de Oliveira – Professor, Bacharel em Direito, voluntario do SOS VIDA no Setor Jurídico 

11:00

  • Controle Social e AIDS – desafios e expectativas –

Assessoria      :

Deputado Janio dos Santos Mendes

Debatedores:

Profa. Dra. Josília Fassbender Barreto Nascimento Coordenação de Assuntos Comunitários – Universidade Católica de Petrópolis ( UCP ) Dr. Saul Gefter – Advogado, Lions Clube Itaipava, Colaborador do SOS VIDA 

11:30 – Perguntas e respostas – primeiro bloco

12:00 – almoço

13:30 –O portador(a) do HIV/AIDS e o acesso a justiça

Assessoria :

Dr. Herbert Cohn – Presidente OAB Petrópolis

Debatedores:

Caroline Silva de Abreu – assistente social da justiça criminal,

Cristiane Maria Rodrigues Ferreira – Assistente Social, voluntaria do SOS VIDA setor de desenvolvimento social,

14:00 –

  • O portador(a) do HIV/AIDS e o vinculo trabalhista –

Assessoria:

Professora Dra Adriana Sheremetieff / Advogada, Professora e Diretora do Centro de Ciências Jurídicas da Universidade Católica de Petrópolis

Debatedores :

Dra. Maria Angélica G. Penna Ribeiro

Dr. Wellington Mousinho Lins dos santos

14:30 –

  • O portador(a) do HIV/AIDS e a discriminação –

Assessoria :

Dr. Alexandre Zanatta – Advogado, coordenador do curso de direito da Universidade Estácio de Sá, Professor Universitário

Debatedor :

COMSAUDE  Petrópolis,

CONSAUDE Estado ,

15:00 –

  • O portador(a) do HIV/AIDS e a inclusão, significado psicológico da rejeição e prejuízos psíquicos

Assessoria :

Prof. Dra. Elisameli de Paiva Vilhena Leite – Psicóloga, Advogada, mestre em psicologia, Professora Universitária

Debatedores:

Dra Maria Luisa de Meneses Passos – Psicóloga, Terapeuta de Florais, diretora do SOS VIDA

Sra. Regina Barbosa do Nascimento Resende – Estagiaria do Setor de Psicologia do SOS VIDA

15:30 –PERGUNTAS E RESPOSTAS  E ENCERRAMENTO

COMISSÃO ORGANIZADORA :

GRUPO ASSISTENCIAL SOS VIDA,

PASTORAL DA AIDS – CNBB / DIOCESE DE PETROPOLIS, ESTACIO DE SA

UNIVERSIDADE ESTACIO DE SÁ,

UCP – UNIVERSIDADE CATOLICA DE PETROPOLIS,

COMSAUDE / PETRÓPOLIS,

OAB / PETRÓPOLIS.

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s