Rio de Janeiro sedia Colóquio Internacional de Direitos Humanos

Rio de Janeiro sedia Colóquio Internacional de Direitos Humanos

Rio de Janeiro sedia Colóquio Internacional de Direitos HumanosEntre os dias 8 e 10 de junho, acontece no Rio de Janeiro o II Colóquio Internacional de Direitos Humanos, que será aberto pelo Representante Regional do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) para a América do Sul, Amerigo Incalcaterra. O evento contará também com a presença da Ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário, do Representante do Alto Comissariado da ONU para Refugiados (ACNUR), André Ramirez; da Consultora do Governo dos EUA para a América Latina, Monica C. Yriart; e da professora da Universidade de Indiana, Christiana Ochoa, entre muitos outros convidados internacionais e nacionais.

Organizado pelo Laboratório de Direitos Humanos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (LADIH/UFRJ), com o apoio do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio de Janeiro), o Colóquio será realizado na Faculdade Nacional de Direito da UFRJ e contará com diversas oficinas que discutirão temas como “Justiça de Transição e Direitos Humanos”; “Direitos Humanos e Políticas de Drogas”; “Direitos Humanos e Migrações”; entre outros. O evento será encerrado com o lançamento do livro do Professor Sidney Guerra, “Direito Internacional dos Direitos Humanos”.

As inscrições para o II Colóquio Internacional de Direitos Humanos são gratuitas e podem ser feitas online, no site do Laboratório de Direitos Humanos (www.ladih.org). A programação completa pode ser consultada aqui (PDF).

Serviço

II Colóquio Internacional de Direitos Humanos
8 a 10 de junho de 2011
Faculdade Nacional de Direito
Rua Moncorvo Filho, 8
Centro, Rio de Janeiro

Entrada Franca.

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s