Vândalos atacam a COMAC – Escola Germano Valente – VAMOS NOS MOBILIZAR E AJUDAR…

2011.vandalos atacam a Comac[1]

Petrópolis, 23 de maio de 2011.

Vândalos atacam a COMAC – Escola Germano Valente

A COMAC – Escola Germano Valente contabiliza mais prejuízos em função da ação de vândalos que depedraram os vidros da sede da escola, localizada na Rua Sá Earp, 88 – Morin. Ao abrir a escola na manhã de hoje (segunda-feira), o zelador foi surpreendido com quase dez vidros quebrados.

Segundo a Presidente da COMAC, Fernanda Ferreira, de fevereiro de 2009 até hoje foram diversos ataques, que geraram um prejuízo de quase R$ 8 mil reais, num total de mais de 80 vidros trocados. O caso já foi levado a Polícia Militar, mas até o momento, os ataques continuam acontecendo. “Desde que assumi a presidência da COMAC, em abril de 2010, foram mais de três ataques destes vândalos. Em todas as vezes pedi apoio à Prefeitura, através da Secretaria de Educação, mas não recebemos nem resposta. Agora, com contato mais direto com o atual Secretário, tenho a certeza de que seremos atendidos. Não dispomos de verbas para a colocação de grades e sabemos que a Prefeitura pode fazer para a COMAC. Vamos aguardar uma resposta favorável, para que não tenhamos que suspender as aulas destas salas, pois o frio nesta época do ano é constante”, disse Fernanda Ferreira.

Para solucionar o caso, é preciso colocar grades nas janelas, mas o custo é muito elevado. “São quase R$ 15 mil reais em telas, um valor que a COMAC não dispõe. E no mais, é um dinheiro que tiramos do investimento em projetos para reposição de vidros”, concluiu a Presidente. A instituição solicitou doação do material a uma empresa de telas em 2010, mas o retorno foi negativo.

A COMAC Escola Germano Valente hoje abriga aproximadamente 1.000 alunos, entre crianças e adolescentes. Trabalha com vários Projetos Sociais, dentre eles, com a Educação Infantil (Berçário, Creche e Pré-Escolar), que atende crianças de 06 meses a 05 anos e 11 meses de vida. É mantida com doações espontâneas da comunidade petropolitana e com o apoio da Prefeitura de Petrópolis. São 40 anos de existência fazendo obras sociais. Para os jovens em situação de risco social, ministra o Curso de Patrulheiros, que vai muito além do encaminhamento para o mercado de trabalho, na busca pelo primeiro emprego: neste curso, a COMAC forma cidadãos, capacita jovens para o mercado de trabalho e conhece de perto e realidade da família de cada aluno. “A COMAC não é minha, não é sua, é de Petrópolis. Não podemos permitir que atos como este continuem acontecendo em nossa cidade. Quem perde com isso, são os alunos, os pais, o município…”, concluiu Fernanda Ferreira.

Contato para doações: (24) 2242-2851 – COMAC

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s