Vigília pelos mortos de AIDS Regional: Leste 1 / Arquidiocese: Rio de Janeiro – 15 de maio de 2011 – Santuário do Cristo Redentor – Corcovado

Vigília pelos mortos de AIDS

Regional:     Leste 1  / Arquidiocese:   Rio de Janeiro – 15 de maio de 2011  – Santuário do Cristo Redentor – Corcovado

Ana Carolina de Souza e Antonio Carlos de Souza Pires ( Cal )
Tivemos a participação dos seguintes convidados::Dom Alano Maria Pena, OP – Bispo Referencial da Pastoral da Aids no Regional Leste 1,Dom Antonio Augusto Dias Duarte – Bispo Auxiliar da Arquidiocese do Rio,Frei Luiz Carlos Lunardi, representando o presidente da pastoral nacional Dom Eugenio Rixen,

Pe. Édio do Nascimento, Coordenador da pastoral na Diocese de Nova Friburgo,

Deputado Federal Chico D’Angelo, Presidente da Frente Parlamentar de AIDS,

Roberto Pereira, da Secretaria do Fórum de ONG/AIDS no Rio de Janeiro,

Carlos Basília, do Fórum de TB do Rio de Janeiro,

Coordenadores da pastoral de todas as dioceses/arquidioceses e os seus agentes de pastoral,

Ana Carolina de Souza – coordenadora do regional leste 1 e comissão nacional da Pastoral da AIDS,

Antonio Carlos de Souza Pires – assessor da Pastoral da AIDS / Arquidiocese do Rio e Regional leste 1,

A vigília foi celebrada com uma missa aos pés do Cristo Redentor, presidida por Dom Alano e concelabrada por Dom Antonio Augusto e Pe. Édio na presença de muitos turistas de todas as partes do Brasil e de outros países. Tivemos também a presença de um casal mulçumano que ficou encantado com o trabalho da nossa igreja, na solidariedade com os portadores do vírus HIV/Aids.

Na procissão de entrada cada coordenador diocesano, representantes do Grupo Assistencial SOS VIDA, Grupo Amigos da VIDA colocaram aos pés do altar um símbolo de sua cidade, instituição ou o brazão de sua diocese numa demonstração da presença de todos os que já passaram pelos nossos caminhos. Pudemos perceber o interesse da população que estava assistindo essa celebração e as fotos que estavam sendo tiradas.

Os representantes dos Fóruns de ONG AIDS – Dr. Roberto Pereira e TB – Dr. Carlos Basilia agradeceram o convite para que o movimento social participasse deste evento, em suas falas lembram que HIV não é castigo e distribuiram um manifesto lembrando o drama vivido pelos familiares do Sr. João Paulo Paiva Silvério, que por omissão das autoridades competentes, tiveram que testemunhar sua agonia e morte, situação amplamente divulgada na mídia nacional.  Sugerindo que unidos em um mesmo ideal consigamos continuar defendendo e cobrando atitudes concretas em favor da vida com qualidade e respeito. Que sejam punidos os responsáveis pela alta hospitalar e que não venha mais ocorrer no Estado do Rio de Janeiro fato de tamanha gravidade e descaso com a vida humana.

O Deputado Chico D’Angelo em sua fala lembrou que pelo segundo mandato esta presidindo também a Frente Parlamentar de AIDS e ira dar o melhor de si na causa da AIDS. Parabenizou a Pastoral e a Igreja pela iniciativa, se colocando a disposição para contribuir também com a Pastoral da AIDS em suas demandas nacionais.

Dom Antonio Augusto lembrou as dificuldades que este trabalho traz consigo, mas que aos olhos de Deus Pai se torna cada vez mais necessárias intervenções em favor da vida. Agradeceu a participação e colaboração de todos agentes também se colocando a disposição da Pastoral na Arquidiocese do Rio, onde pretende que seja implementada em todos os Vicariatos e Paróquias da cidade do Rio de Janeiro.

Dom Alano Pena lembrou a trajetória da Pastoral no leste 1 e seus avanços, que a Igreja nunca se omitiu em questões de direitos a vida e vida com qualidade.

Frei Luis Carlos Lunardi representando o Bispo Presidente Dom Eugenio Rixen – justificou sua ausência e falou da importância deste momento para a Pastoral em termos de visibilidade e ações em favor dos direitos humanos e inserir as famílias e portadores(as) do HIV/AIDS nas Igrejas oferecendo solidariedade e garantindo seus direitos.

Foram distribuídos os folders da Vigília e no final todos, junto com Dom Alano rezaram a “oração pela vida.”

Apesar de alguns contratempos, nada impediu que o evento fosse realizado com tamanha grandeza e dedicação de todos que se empenharam na participação dessa celebração. Depois de tanta chuva, Deus nos presenteou com um belíssimo dia ensolarado!

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s