http://in360.globo.com/rj/noticias.php?id=16954

http://in360.globo.com/rj/noticias.php?id=16954

Uma ONG que oferece atendimento médico, psicológico e jurídico gratuito em Petrópolis está com o trabalho ameaçado. Falta dinheiro para o aluguel de um espaço definitivo e o espaço provisório terá que passar por obras.

Quando foi criada, há 13 anos, o SOS Vida tinha como prioridade atender os portadores do vírus HIV, os dependentes químicos e seus familiares. Mas como tempo esse atendimento foi ampliado pra toda comunidade. São cerca de mil atendimentos por mês, realizados por 20 médicos voluntários. Ao todo 60 pessoas trabalham de graça para dar assessoria jurídica, consulta psicológica e distribuir roupas e medicamentos.

A salvação pode estar na ampliação da verba destinada à organização. O Conselho Comunitário de Assistência Social informou que o assunto será votado na primeira semana de junho. Mas, se necessário, essa votação poderá ser antecipada.

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s