Prefeitura realizará licitação pública para prestação de serviços nas UPAs -Tribuna on line – www.e-tribuna.com.br

Esta é uma demosntração de maturidade politica e sinal de respeito ao movimento social, acatando a deliberação do Conselho Municipal de Saude a Secretaria de Saude – PMP, cumpre sua determinação, esperamos que este seja um sinal de novos tempos em busca de melhores soluções nas questões da Saude em nosso municipio.

A Presidente do Conselho nos falou “O que queremos é principalmente o melhor para a população”. 

Agora esperamos que as comissões retomen algumas questões de tambem competencia do COMSAUDE –

  1. Comissão de DST/AIDS – Cadê a conclusão da reforma do DIP ??? e outras questões pertinentes a esta area ???
  2.  Comissão de Saude – como esta a saude mental ? sendo desmontada, os HD não mais prestando serviços ??? depois de anos de serviços prestados Dra. Rosane Bitencourt e sua equipe cancela convenio com o municipio, por que sera ??? estas e muitas outras questões precisam ser investigadas… 
  3. Comissão de finanças e tantas outras comissões a serviço do Conselho e Municipio

parabens a todos(as) conselheiros pela peseverança, força sempre –

VIVA A VIDA – Cal e equipe SOS VIDA / PASTORAL DA AIDS – CNBB

Prefeitura realizará licitação pública para prestação de serviços nas UPAs
Sex, 01 de Abril de 2011 18:47   O período de vigência do contrato será de 12 meses.
A Prefeitura de Petrópolis, por intermédio da Secretaria de Saúde, vai iniciar o processo de licitação pública (concorrência pública 001/11) para a prestação de serviços de atendimento pré-hospitalar de urgência nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do Centro e Cascatinha. O período de vigência do contrato será de 12 meses. 
Os interessados devem retirar os editais e anexos correspondentes a partir do dia oito deste mês, das 9h às 16h durante os dias úteis, na sede da Secretaria de Saúde, localizada na Rua Aureliano Coutinho, 81, 2º andar. As dúvidas referentes ao edital deverão ser encaminhadas à Comissão Permanente de Licitação, no mesmo endereço ou pelos telefones (24) 2244-7142 ou 2244-7303.
As UPAs prestam atendimento emergencial de baixa e média complexidade 24 horas por dia aos portadores de quadro clínico agudo. Os profissionais recebem os pacientes e avaliam cada situação. Os pacientes podem ser tratados no local e liberados, permanecer em observação por até 48 horas ou serem removidos para um hospital, em casos de natureza cirúrgica ou trauma. Os atendimentos referentes a consultas marcadas e curativos, por exemplo, continuam sendo realizados nos Postos de Saúde instalados nas comunidades.

Fonte: Ascom PMP

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s