Reconstrução urbanística em discussão na quinta

Reconstrução urbanística em discussão na quinta

Dom, 27 de Março de 2011 12:00 www.e-tribuna.com.br

 
 

 

Guedon, do Comitê do Portal Dados Municipais: inchaço na administração. / Roque Navarro

A Diocese de Petrópolis e o Comitê Gestor do Portal Dados Municipais promovem no dia 31 de março, às 9h, na Universidade Católica de Petrópolis, um encontro com vários segmentos de Petrópolis, quando o bispo diocesano, Dom Filippo Santoro, vai falar sobre o objetivo do manifesto em prol da construção urbanística da cidade. O Comitê Gestor, através de seus representantes, vai apresentar a questão do planejamento da cidade, que começa com uma reestruturação da administração pública.
Durante toda a semana, diversas manifestações de apoio foram dadas ao manifesto do bispo e lideranças políticas e comunitárias confirmaram presença na reunião, entre elas, deputados estaduais, a Federação das Associações de Moradores (Fampe), Fórum das Associações de Moradores e também o Centro de Defesa dos Direitos Humanos (CDDH). Além destes, moradores das áreas afetadas pelas tragédias recentes em Petrópolis também estão sendo convidados e confirmaram o desejo de participar.
O secretário geral da Fampe, professor Alencar Lisboa, disse que a reunião será importante e que o Comitê Gestor vai falar sobre a ideia de um planejamento para a cidade, tanto em políticas públicas quanto na esfera administrativa. Na reunião com o bispo, Philippe Guedon, um dos membros do Comitê Gestor, disse que um dos problemas em Petrópolis passa pelo grande número de secretarias e o grande número de cargos comissionados, que acaba inchando a administração pública. 

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s