Mustrangi e presidente do Comsaúde conversam sobre edital das UPAs – NÃO É VERDADEIRA ESTA NOTA PUBLICADA PELA ASCOM – ESTE ENCONTRO FOI PARA ESCLARESCER PONTOS REFERENTES A RELAÇÃO DA COORDENAÇÃO MUNICIPAL DE DST/AIDS x PASTORAL DA AIDS E UM EPISODIO ACONTECIDO DIA 01 DE DEZEMBRO DE 2010

NÃO É VERDADEIRA ESTA NOTA PUBLICADA PELA ASCOM

– ESTE ENCONTRO FOI PARA ESCLARESCER PONTOS REFERENTES A RELAÇÃO DA COORDENAÇÃO MUNICIPAL DE DST/AIDS x PASTORAL DA AIDS POR UM EPISODIO ACONTECIDO NO DIA 01 DE DEZEMBRO DE 2010 DIA MUNDIAL DE LUTA CONTRA AIDS, EM CERIMONIA REALIZADA NO LICEU MUNICIPAL PREFEITO CORDOLINO AMBROSIO – POR UMA ATITUDE DESRRESPEITOSA DESTE PROGRAMA ( ORGANIZADOR DA CERIMONIA ) COM  A PASTORAL DA AIDS DA DIOCESE DE PETROPOLIS. 

O SR. PREFEITO FALOU TAMBEM SÔBRE A RELAÇÃO DO PROGRAMA MUNICIPAL DE DST/AIDS x SOS VIDA QUE ESTA SENDO AMPLAMENTE DIVULGADA PELA IMPRENSA LOCAL E SE ARRASTA A MAIS DE 1 ANO ??? LAMENTANDO COM A SRA. SECRETARIA APARECIDA BARBOSA QUE ESTEJA SENDO TÃO MAL CONDUZIDO, DISSE QUE É PRECISO FORTALECER O MOVIMENTO SOCIAL, NÃO BRIGAR…

É BOM QUE SE DIGA QUE A PAUTA DESTA REUNIÃO NÃO FOI PARA ASSUNTOS REFERENTES AO COMSAUDE, EMBORA TENHA SIDO ABORDADO ALGUNS PONTOS, POIS A SRA. MARIA AUXILIADORA  FOI A ESTA REUNIÃO COMO COORDENADORA DA PASTORAL DA AIDS DA DIOCESE DE PETROPOLIS, ACOMPANHADA DO COORDENADOR ADJUNTO SR. JOÃO FERREIRA

Mustrangi e presidente do Comsaúde conversam sobre edital das UPAs

Sáb, 26 de Março de 2011 12:57  http://www.e-tribuna.com.br

O prefeito Paulo Mustrangi recebeu em seu gabinete na última quarta-feira (23) a presidente do Conselho Municipal de Saúde (Comsaúde), Maria Auxiliadora Pires Ribeiro. Em uma conversa de aproximadamente quatro horas, Mustrangi informou a presidente que o edital de licitação para as empresas interessadas em administrar as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do município estará pronto nesta próxima semana.
Na próxima segunda-feira (28) haverá também uma reunião no Palácio Sergio Fadel com a presença da secretária Chefe de Gabinete, Sheila Guimarães e do secretário de Relações Institucionais, Wilson Franca, com os representantes do Comsaúde, com a finalidade de serem esclarecidos pontos importantes sobre o edital de licitação e demais tópicos relacionados com a área da saúde.
“O diálogo aberto e sincero sempre será o melhor caminho para a resolução dos problemas do município. O Comsaúde presta um serviço de total relevância para a cidade e quero dizer a todos os conselheiros que o governo municipal está atento as suas preocupações. Sobre o caso da administração das UPAs, não há nada que esteja sendo subjugado em relação às medidas tomadas, já que o processo é público. Estamos tomando todas as precauções necessárias para que a população continue a receber o atendimento de qualidade que está sendo prestado até o momento. Deixei isso claro para a presidente do Comsaúde e tenho certeza que, com a continuidade do contato direto entre as partes (governo e conselho) estaremos no caminho certo para que a população sempre seja a maior beneficiaria dentro de todas as decisões tomadas”, destacou Mustrangi.
O prefeito durante o encontro também elogiou o trabalho da presidente do Comsaúde à frente da coordenação da Pastoral da Aids – Diocese Petrópolis. Para Mustrangi o trabalho é de suma importância para a cidade. “Temos que enaltecer o trabalho que vem sendo realizado pela nossa amiga Maria Auxiliadora. É de suma importância para o município que as pessoas portadoras do vírus HIV possam receber essa ajuda de uma entidade séria e compromissada com o ser humano”.
O prefeito disse ainda que “temos que ressaltar que as ações do governo municipal estão sendo traçadas dentro de uma linha de total transparência e conduzidos de forma democrática. A minha linha de conduta, de estar sempre aberto ao diálogo com representantes de todas os segmentos da sociedade, não mudou em nenhum momento durante esses dois anos de mandato. Tenho absoluta certeza que as soluções serão encontradas e quem vai ganhar com isso é a população petropolitana”, finalizou Mustrangi.  

Fonte: Ascom PMP

Autor:

O Grupo Assistencial SOS VIDA nasceu legalmente em 28 de março de 1998 com o proposito de oferecer apoio e assistência a portadores do vírus HIV/AIDS. Após um ano, Padre Quinha pediu ao fundador que começasse a trabalhar também com Dependência Química. Passados dezesseis anos os atendimentos vão além destas duas patologias, a busca por diversos motivos fez com que a instituição abrisse o leque de atuação – Ir de Encontro com a Necessidade de Quem Nos Procura – que, em sua grande maioria, são pessoas de baixa renda. Os assistidos contam ainda, além dos atendimentos na sede da instituição, com o amparo de profissionais de saúde que atendem gratuitamente em seus consultórios e clínicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s